Project Builder - Software de Gestão de Projetos

Blog PB

Tudo sobre Gestão de Projetos

Entenda mais de gerenciamento de Projetos, produtividade, pessoas e gestão de negócios.

 

Veja como elaborar um plano de ação para uma equipe desmotivada

por em Práticas
  • Tamanho da fonte: Maior Menor
  • Hits: 3208
  • Increver-se para receber atualizações
  • Imprimir
3208

 

Talento, conhecimentos e competência. Profissionais com essas qualidades sempre alcançam altos níveis de produtividade e performance, certo? Talvez não! Apesar de um time excelente, os resultados podem ser medíocres na falta de um aspecto essencial — a motivação. Como garantir que a equipe seja estimulada a produzir mais e melhor? Como um plano de ação pode alcançar esse objetivo?

Se você também tem essa dúvida e quer saber como transformar uma equipe desmotivada em um time campeão, saiba que este post é imperdível! Com ele, você vai aprender como elaborar um plano de ação infalível. Preparado? 

A importância da motivação

Não é novidade que, entre os principais fatores para a produtividade de uma empresa, podemos destacar a qualidade e o desempenho dos recursos humanos. Logicamente, dependendo do setor, muitos outros aspectos podem influenciar no resultado final. Um exemplo são as indústrias que utilizam equipamentos para a fabricação de produtos.

Porém, de forma geral e na maioria dos segmentos, o grande diferencial é realmente a qualidade dos colaboradores envolvidos na produção da mercadoria ou na prestação dos serviços. Mas mesmo que a empresa tenha contratado os melhores profissionais, o fato é que, se eles estiverem desmotivados, toda a produtividade será comprometida.

Com certeza, haverá prejuízos quantitativos e qualitativos. O lucro do negócio e, pior ainda, a sua reputação no mercado poderão ser prejudicados. 

Infelizmente, a desmotivação costuma ser contagiosa. Um funcionário desmotivado tem uma postura descomprometida, o que afeta seus colegas. Costuma também causar conflitos interpessoais, deixa de cumprir os prazos propostos e não se empenha em realizar seu trabalho com qualidade. 

Por meio de questionamentos e reclamações, ele lança dúvidas sobre o quanto vale se empenhar para atingir os objetivos comuns. Em boa parte das vezes, consegue seguidores. 

E não é só isso. Não é incomum ele tratar os clientes com descaso, deixar de atender solicitações, expressar suas frustrações diretamente ao consumidor e prestar um atendimento de baixa qualidade. Dessa forma, ele pode destruir a reputação da empresa. 

Se todo esse prejuízo financeiro e corporativo pode ser causado por um funcionário desmotivado, imagine quando esse sentimento contamina toda uma equipe?

As causas da desmotivação 

Não são poucas as causas que podem levar a um quadro de desmotivação dentro da empresa. Alterações no cargo ou na estrutura da companhia, insatisfação com a remuneração ou com as condições de trabalho, estresse e cansaço estão entre elas. 

Porém, quando falamos de uma equipe inteira desmotivada, é possível que as causas estejam muito mais ligadas à forma como a própria empresa lida com a hierarquia, a estrutura organizacional, definição de metas, comunicação interna e reconhecimento dos resultados.

Nesse caso, a solução pode ser a elaboração de um plano de ação que consiga dar rumo e significado ao trabalho realizado pelas equipes. Você sabe como criar um? 

O plano de ação e a motivação dos colaboradores

Em primeiro lugar, precisamos pensar que tipo de profissionais queremos motivar. Logicamente, quanto mais engajado for o grupo de funcionários, como um todo, melhor será o resultado da empresa. 

Porém, é preciso pensar de uma forma especial naqueles que demonstram um potencial maior para produzir, liderar, ousar, promover mudanças e levar a empresa a um novo patamar de excelência. Se você conseguir motivá-los, terá a colaboração de todo o grupo. 

Geralmente, esses profissionais não são estimulados apenas por um bom salário ou um pacote de benefícios. Eles costumam ser visionários — sentem-se mais motivados quando têm oportunidade de participar de uma gestão colaborativa e conseguem enxergar o significado de seu trabalho.

Então, para esse grupo, nada melhor que elaborar um plano de ação. Ao estabelecer metas desafiadoras, mas possíveis, um bom time de trabalho é capaz de se sentir estimulado a sair da zona de conforto, superar obstáculos e alcançar ótimos resultados. 

Passos para elaborar um plano de ação 

1. Ouça seus colaboradores

Seria muito fácil elaborar um plano de ação sozinho, mas nesse caso as chances de adesão do grupo se tornam menores. Portanto, comece ouvindo-os. 

Dê oportunidades para expressarem suas necessidades, e indicarem condições que poderiam favorecer a produtividade, e ouça suas ideias sobre que medidas tornariam os processos da empresa mais ágeis e eficazes.

2. Defina objetivos para o plano

As pessoas dificilmente se comprometem com projetos que não sejam claros e que elas não sabem aonde irão levá-las. 

Sem ter em mente o objetivo, os colaboradores se sentem "atirando para todos os lados", sem saberem exatamente o alvo que devem alcançar. Definir uma meta clara ajuda as pessoas a direcionarem seus esforços, produzindo motivação. 

3. Estabeleça estratégias para alcançar os objetivos

Tão importante quanto ter um objetivo, é definir as estratégias. Elas ajudam a estabelecer quais atividades serão executadas e a sequência lógica para garantir que os melhores resultados sejam obtidos em um menor tempo e com menos esforço.

Esse passo também precisa prever os papéis de cada integrante da equipe. Ou seja, cada um sabe quais as atividades que vai desempenhar e os recursos necessários para a realização das ações. 

4. Proporcione feedback

Embora o projeto deva ter uma data final, é importante comunicar-se com a equipe durante todo o tempo e tornar objetivos distantes um pouco mais próximos da realidade.

A avaliação não deve ocorrer apenas ao final do processo. Definir metas intermediárias ajuda a manter a equipe motivada, pois, além de mostrar se as ações estão gerando o resultado esperado, elas podem ajudar a corrigir a rota e definir novas estratégias caso a equipe não esteja atingindo as expectativas. 

Manter um quadro para expor gráficos de desempenho do time e as conquistas mais expressivas também pode ser uma excelente forma de motivação. 

5. Dê o exemplo

Quer engajamento do seu time? Dê o exemplo! Como líder, seja pontual e comprometido. Cumpra o que prometer. Tenha bom humor e impulsione o crescimento por meio do reconhecimento das contribuições de cada indivíduo.

6. Recompense os resultados

Nenhuma equipe se empenhará em alcançar as metas se isso for gerar apenas mais demandas. Melhores condições de trabalho, oportunidades de novos cargos e crescimento na empresa são excelentes recompensas. 

Mostre, desde o princípio, que os bons resultados trazem lucros para a empresa, mas que parte disso será revertido em benefícios para todo o grupo — seja por meio da contratação de novos funcionários, para dividir as responsabilidades, ou benefícios para os participantes. 

7. Comemore o sucesso

Quando os colaboradores alcançam os resultados estabelecidos, e a empresa os trata como se não tivessem feito mais que a obrigação, eles se sentem desmotivados. 

Por mais que um funcionário saiba que ele recebe o salário para produzir, o reconhecimento por parte da organização faz com que as pessoas se sintam valorizadas. 

Portanto, quer seja um jantar especial, um coffee break ou mesmo um happy hour com a equipe, o sucesso precisa ser celebrado. Essa sensação de fazer parte de um time vitorioso motivará a equipe a continuar se empenhando em obter bons resultados. 

Entendeu como um plano de ação pode ajudar a manter sua equipe motivada e engajada? Conhece outras dicas para estimular o time a produzir mais e melhor? Então, compartilhe sua experiência com a gente por meio dos comentários!

 

checklist-para-implantar-pmo.fw

banner-end-post-520x115-final 

 

Últimos e-Books grátis:

  • capa ebook blogslow2
    Implemente um PMO
  • 7-segredos
    Dashboards Estratégicos
  • Capa-ebook-10passos2
    Analista de Negócios
  • ebook-bi
    Project BI
  • gerenciamentoagil-blog
    Gerenciamento Ágil
  • canvasmodel-blog
    Project Model Canvas (Atualizado)